banner

 

Pedro de Matos Filipe

024432
Data da primeira prisão

Natural de Almada, nasceu a 19 de junho de 1905, filho de José de Matos Filipe e de Margarida Rosa.
Descarregador e militante libertário, foi preso em 30 de janeiro de 1934, implicado na greve revolucionária do 18 de janeiro, designadamente por ter promovido a paralização da fábrica Parry & Son e ter recebido uma bomba, que não chegou a utilizar.
Condenado em Tribunal Militar Especial em 12 anos de degredo nas colónias com prisão e numa multa de 20.000$00, foi posto "à disposição do Governo".
Em 8 de setembro desse ano embarcou para a Fortaleza de S. João Batista, em Angra do Heroísmo, sendo transferido para o Campo de Concentração do Tarrafal em 23 de outubro. Aí faleceu com 31 anos, em 20 de fevereiro de 1937, menos de 4 meses após a sua chegada,