banner

 

Francisco Cruz

026730
026730
Data da primeira prisão

Natural da Marinha Grande, nasceu a 25-09-1909, filho de Frutuoso da Cruz e Joaquina Custódia.
Vidreiro na Marinha Grande, foi detido pela Polícia de Leiria, tendo na sua posse uma espingarda caçadeira e vários cartuchos, sendo entregue à Secção Política e Social da Polícia de Vigilância e Defesa do Estado em 1 de fevereiro de 1934, acusado de ter tomado parte na Greve Geral Revolucionária de 18 de Janeiro desse ano. Ia acusado, designadamente, de ter participado nos preparativos do movimento, em especial na reunião realizada em Casal Galego e de ter transmitido a grupos de revoltosos a ordem para retirar para a vila.
Julgado pelo Tribunal Militar Especial em 19 de fevereiro, reunido na Casa de Reclusão da Trafaria, foi condenado a 5 anos de desterro “em local a fixar pelo Governo”, dez mil escudos de multa e perda dos direitos políticos por oito anos.
Embarcou, em 8 de setembro de 1934, para a Fortaleza de São João Baptista e, segundo o Registo Geral de Presos da PVDE, faleceu no Hospital Militar de Angra do Heroísmo em 30 de Julho de 1936, com 26 anos de idade.