banner

 

Paulo José Dias

024384
Data da primeira prisão

Natural de Lisboa, nasceu a 24-01-1904, filho de José Paulo Dias e de Maria Picôto Dias.
Fogueiro marítimo, libertário, foi preso em 7 de julho de 1939, "para averiguações" - segundo informação do Registo Geral de Presos da PVDE, "Era possuidor de uma credencial passada a seu favor pelo Comité Executivo da União Geral dos Trabalhadores de Barcelona. Era um elemento de absoluta confiança dos anarquistas espanhois."
Quinze dias depois, era transferido para o Reduto Norte do Depósito de Presos de Caxias. 
"Por despacho do Exmº Director (da PVDE, capitão Agostinho Lourenço) de 29-2-1940, foi determinado que se mantivesse em prisão preventiva, devendo ser transferido para Cabo Verde até se esclarecer a situação internacional" - este curioso despacho precede o envio de Paulo dias para a 1.ª Esquadra (em 04-06-1940) e, de novo, para o Reduto Norte de Caxias (em 07-06-1940).
Em 21 de junho de 1940, embarcou com destino ao Campo de Concentração do Tarrafal, em Cabo Verde, onde faleceu, com 39 anos de idade, a 13 de janeiro de 1943.