banner

 

Fevereiro de 1927

As revoltas que eclodiram a 3 de fevereiro no Porto e a 7 de fevereiro em Lisboa constituiram um dos mais sérios ataques à ditadura implantada pelo 28 de maio de 1926.

A Revolta de 3 de Fevereiro de 1927
Durante quase uma década, setores políticos democráticos e radicais atrasaram o estabelecimento de um regime fascista, impondo-se aos ditadores militares pela força das armas e pelas mobilizações populares de rua. 
Em mais de 10…

 

“A Revolução do Remorso”
Assim designou Sarmento Pimental – um dos líderes do Porto – a revolta que saiu à rua em Lisboa no dia 7, quando já se haviam rendido os revolucionários da “Invicta”. 
O movimento havia saído de forma descoordenada em diferentes…

Repressão implacável dos vencidos
A derrota militar dos revolucionários permitiu aos chefes militares – Carmona, o Presidente do Governo e Passos e Sousa seu ministro da Guerra – proceder a uma “limpeza” de todos os resquícios revolucionários e ensaiar mesmo uma tentativa…

Fevereiro de 1927

Os acontecimentos da Revolta de 3 de Fevereiro no Porto e de 7 de fevereiro em Lisboa causaram cerca de 200 mortos e quase um milhar de feridos.

Aceda a imagens das destruições provocadas pelos combates que ocorreram em Lisboa, sendo importante assinalar que foi utilizada artilharia…

Fevereiro de 1927


Apontamentos cronológicos com referência ao jornal "Diário de Lisboa" de 14 de fevereiro de 1927

3 de fevereiro, quinta-feira
05.00 - Sublevação de parte da guarnição militar do Porto, acompanhada pela GNR de Penafiel.
Manhã -…

Fevereiro de 1927

Vale a pena observar a evolução de alguma imprensa ao longo deste mês de fevereiro de 1927.

No dia 5 de fevereiro, quando a revolta reviralhista no Porto ainda não estava dominada, o "Diário de Lisboa" afirmava em editorial, sob o título "A República", que "Portugal necessita aprender a…